Spinning – Novo Recorde Pessoal

Tipica jornada de spinning. Estacionar o carro, dar uma vista de olhos ao mar e equipar.

Estava um mar daqueles que nos enchem de esperança. Boa ondulação, cadência de ondas sempre certinha e a deixar uns espumeiros com muito bom aspeto. O tipico «mar robaleiro» que quem olhe imagina logo que vai ser uma noite épica de robalos. Por acaso foi uma noite épica, mas não de robalos!

Lançamento para aqui e para ali e nem toque… Muda de sitio e igual…

Já com quase 2h de pesca primeiro sinal de vida de um robalo de 42cm. Colocado em seco, fotografei e devolvi novamente.

Na pesca, e quem me conhece, muitas vezes me ouve dizer que acredito no karma. Libertar peixe traz bom karma!!! Associo muitas vezes estes peixes grandes ao karma. A recompensa das libertações dos peixes menores, traduzidas em exemplares que nunca me esquecerei.

Continuámos a procurar por outros exemplares mas nem sinal de vida durante uma hora.

Foi já passada 1h que sinto novo peixe. Ferragem rápida e eis que ouço o drag do Penn Slammer III a trabalhar pela primeira vez (quem conhece os Slammer sabe bem a força que é preciso fazer para que deixe sair fio). Cana bem dobrada( MajorCraft New Crostage Surf 1062) enquanto a embraiagem do Slammer trabalhava a uma velocidade doida. A cana acompanhava o peixe sem dar sinal de qualquer esforço. Absorvia o impacto perfeitamente com o Slammer a ajudar.

O meu companheiro de faina apercebeu-se que algo se estava a passar e veio dar uma ajuda. Ainda assisitiu aos últimos minutos de luta nos metros finais da ondulação e na escoa. O sacana do «robalo» não havia meio de se deixar abeirar e cobrar…

Não estava fácil de se ver o peixe mas ele continuava lá… Arranques brutais de ter de acompanhar o carreto com a cana. Lá se começou a deixar abeirar e ficando sem água foi controlar as escoas até o parceiro lhe conseguir jogar a mão.

Foi ao ver o prateado que pensei que tinha apanhado o bisavô robalo (já estava a alguns metros da escoa para controlar o peixe mais atrás)… Quando o ouço gritar que era uma dourada… E uma senhora dourada!!!

Depois de algumas fotos tiradas era altura de as enviar ao meu pai. E havia que chamar as coisas pelos nomes!!

Fotos, medições e pesagens efetuadas ao chegar ao covil da pesca. 67cm de dourada e 4,020kg

O karma é tramado 😅

Material:

Cana: MajorCraft New Crostage CRX-1062 Surf
Carreto: Penn Slammer III 3500
Multi: Spiderwire Smooth 8 0,14mm
Leader: Berkley Trilene 100% Fluorcarbon 0,43mm
— ATENCIÓN: El artículo pertenece al BLOG de «Dionisio Pesca» —


Deja una respuesta

Su dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados *

Puedes usar estos HTML etiquetas y atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

info@donpesca.com